Início do conteúdo

Diagnóstico em Saúde Silvestre


A Rede de Laboratórios em Saúde Silvestre se constitui voluntaria e estrategicamente, de modo a atender às demandas para o diagnóstico de agentes etiológicos circulantes em animais silvestres no País que apoiem tanto as ações de vigilância e prevenção da saúde humana e animal e os planos de ação para a conservação das espécies e ecossistemas brasileiros, quanto à implantação de empreendimentos em modelos sustentáveis.

Missão da ReLSS

Estimular a oferta de diagnósticos confiáveis de patógenos da fauna silvestre com potencial de acometimento humano no país.

Objetivos da ReLSS:

  • Capacitar profissionais
  • Realizar diagnósticos
  • Fortalecer laboratórios
  • Validar métodos para diagnósticos em saúde silvestre
  • Estimular e facilitar o intercâmbio de informações entre laboratórios públicos, privados e academia;
  • Estimular a implementação das gestões da qualidade laboratorial, de biossegurança e ambiental;
  • Elaborar e divulgar/publicar manuais, procedimentos/protocolos;
  • Estimular a pesquisa científica aplicada ao diagnóstico em saúde silvestre;
  • Ser, por intermédio dos Laboratórios partícipes a provedora de resultados em diagnósticos em saúde silvestre aos órgãos competentes.

Sua missão, objetivos e estratégias de atuação foram definidos a partir de reuniões de seus participantes e do levantamento da capacidade instalada no País para o diagnóstico de agravos que acometem a fauna silvestre.

A ReLSS já é formada por 43 laboratórios que atuam no serviço e na pesquisa diagnóstica de diversas espécies animais no País. 

Por meio de sua integração ao Sistema de Informação em Saúde Silvestre, a ReLSS cumpre papel fundamental de produzir diagnósticos confiáveis para validar os modelos matemáticos de alerta de ocorrências de agravos à saúde advindos da biodiversidade e os modelos de previsão de oportunidades ecológicas para a emergência de doenças.

Para saber como o laboratório pode participar da ReLSS envie e-mail para labssaudesilvestre@fiocruz.br

 

Voltar ao topoVoltar