Início do conteúdo

27/03/2018

PIBSS-Fiocruz nomeia embaixador do Sistema de Informação em Saúde Silvestre SISS-Geo


A Plataforma de Biodiversidade e Saúde Silvestre da Fiocruz conferiu em março de 2018, o título de Embaixador SISS-Geo a Pheterson Godinho, montanhista e condutor de trilhas no Parque Nacional Serra dos Órgãos (PARNASO).

Pheterson colabora com o SISS-Geo desde 2016, quando a equipe da Fiocruz iniciou a parceria com o PARNASO e passou a ministrar oficinas e treinamentos para colaboradores de outras Unidades de Conservação. Ele foi o colaborador número 1 em 2016 e 2017 e em 27 de março deste ano, fez o seu milésimo registro de animal no SISS-Geo.

Pheterson ingressou na Plataforma durante o Projeto "Saúde Silvestre e Inclusão Digital" cujo objetivo é integrar, por meio da tecnologia digital, a sociedade no monitoramento participativo da fauna silvestre e auxiliar na prevenção de zoonoses em animais e pessoas. 

Como embaixador, representa, agrega novos colaboradores, divulga e dissemina o uso do aplicativo, além de promover a causa da Biodiversidade e da Saúde Silvestre e Humana.

Pela sua dedicação, comprometimento e qualidade de seus registros é com muita honra e satisfação que a equipe da Plataforma de Biodiversidade e Saúde - Fiocruz concede o título de Embaixador SISS-Geo e entregará em maio, na Abertura da Semana da Montanha em Teresópolis, o troféu "Tamanduá Folha".

A marca do SISS-Geo apresentada no troféu foi desenvolvida por Bruno Oliveira designer do Icict-Fiocruz, e simboliza a riqueza da biodiversidade brasileira e a necessidade de protegê-la como bem necessário à saúde.

Ciência Cidadã

O Sistema de Informação em Saúde Silvestre da Fiocruz foi concebido e desenvolvido para envolver ativamente os cidadãos no monitoramento da saúde de animais silvestres e em atividades de pesquisa.

No contexto da ciência cidadã, os colaboradores do SISS-Geo participaram da criação do sistema, contribuem para melhorias e trocam informações com pesquisadores por meio do "Fale Conosco" e outros canais de comunicação.


 

* O Projeto "Saúde Silvestre e Inclusão Digital" foi financiado pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade.

Voltar ao topoVoltar