BI-CISS/14


Dezembro/2020

SISS-Geo SUS: A Experiência do Paraná

Ações preparatórias, como o treinamento das equipes de vigilância de todos os estados brasileiros foram realizadas pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde (SVS/MS) em colaboração com técnicos e instituições de diversas instituições brasileiras, objetivando o enfrentamento coordenado de ações de prevenção e controle da Febre Amarela que se expandiu para o sudeste e, a partir de 2019, para o sul do país.


SISS-Geo SUS: Depoimento em vídeo

Assista ao depoimento do médico-veterinário Haroldo Greca Junior, da Unidade de Vigilância de Zoonoses de São José dos Pinhais, município da região metropolitana de Curitiba. Dr Haroldo explica a experiência do Paraná na estratégia de vigilância de zoonoses e o uso do SISS-Geo.


Histórias de Engajamento - Entrevista

Foto teste Nesta nova seção do Boletim Informativo, vamos mostrar histórias de pessoas que participam e contribuem de forma diferenciada para projeto SISS-Geo SUS. Renata Gatti conta sua experiência como coordenadora do programa de Vigilância de Febre Amarela da Gerência de Vigilância de Zoonoses de Santa Catarina e como começou a usar o SISS-Geo como ferramenta de monitoramento.


Histórias de Engamento - Vídeo depoimento

Neste vídeo depoimento, Renata Gatti, conta como é o trabalho de vigilância da Febre Amarela em Santa Catarina e como é feito o monitoramento da saúde dos macacos. Ela conta ainda a experiência de uso do SISS-Geo e os benefícios da plataforma.


Bicho no SISS-Geo em destaque nesta edição

O Cerdocyon thous (Linnaeus, 1766) de nome popular Cachorro-do-mato, graxaim-do-mato, raposa, lobinho é amplamente distribuído na América do Sul e ocorre na maior parte do Brasil com exceção de parte da Amazônia (Bacia Amazônica).


Outros bichos no SISS-Geo

Veja outros bichos registrados no SISS-Geo que foram destaques no site.


Linha do Tempo - 2020

Nesta seção apresentamos as atividades realizadas pela Plataforma Institucional Biodiversidade e Saúde Silvestre: treinamentos, oficinas, cursos, lives, apresentações e prêmios. Para conhecer todas as atividades desde 2015, entre nos boletins anteriores.


Voltar ao topoVoltar